segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Somerset House

Fomos à Somerset House, um espetacular edifício neo-clássico no coração de Londres. Durante os meses de verão você pode ver as 55 fontes no pátio, e no inverno, o pátio vira uma das pistas de patinação preferidas dos londrinos. Lá também rolam concertos ao ar livre, filmes, exposições de arte contemporânea e design. O acervo do museu é bem interessante e conta com importantes obras de de célebres artistas como Manet, Gauguin, Cèzanne, entre outros.
foto acima: wikipedia



esse quadro acima de Manet (Un Bar aux Folies-Bergères) eu amooo !! e abaixo pegamos uma exposição temporária de Josef Albers (o cara das cores!) e sua esposa Anni Albers onde pudemos ver mais tapeçaria e tecidos, d+.




quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

London's South Bank

South Bank é a região ao lado do rio Tâmisa que vai do London Eye à Tower Bridge mais ou menos e compreende a Tate Modern e a Millenium Bridge. É uma região cheia de entretenimento e eventos e vale a pena passear por lá se o tempo estiver bom. A foto abaixo foi tirada do London Eye, que eu já mostrei aqui.



quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Restaurante Inamo

Tinha lido sobre o restaurante Inamo e fiquei curiosa... O Inamo é um restaurante asiático/fusion "high-tech". O cardápio e o esquema de pedidos são um sistema interativo: o menu é projetado sobre a superfície da mesa que é "touchscreen". Dá para fazer o pedido de lá, mudar a decoração do tampo e até mesmo pedir um táxi para casa. Achei interessante, porém a comida deixou a desejar...estava mais pra um fast-food asiático, mas foi divertido, ainda mais que estava lotado e com som bem alto, foi animado!

foto acima do site do restaurante

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Rotisserie Harrod's

Chegamos e depois de desfazermos as malas resolvemos comer alguma coisa rápida, fomos então até a Harrod's que era pertinho e almoçamos na Rotisserie (veja o menu com preços no link). Comi um pedaço de franguinho desse de televisão, tava muito bom e foi bem prático! Na Harrod's tem várias opções de restaurantes, logo próximo à Rotisserie ficava um caviar bar e um bacão como esse só que de peixes e outro de carnes...a sobremesa foi um chocolate que comprei lá mesmo.

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Hotel The Berkeley Londres

O blog anda meio defasado...também depois de gravidez, repouso e TRIGÊMEOS, acho que dá pra entender né?? Bom vou mostrar essa viagem que foi no verão Londrino de 2014 (durante a fatídica Copa do Mundo - fizemos bem de partir pra Wimbledon), a começar pelo hotel escolhido da vez que foi o The Berkeley. A localização é muito boa, em Knightsbridge a poucos passos da Harvey Nichols, mais alguns da Harrods e dos Museus Victoria and Albert e História Natural.


A decoração do lobby toda com bolinhas de tênis e a vibe era mesmo tênis e nem se falava em copa do mundo...

No café da manhã também, todo mundo com as credenciais para Wimbledon....

E o bar azul. muito lindo. E aí gostaram? O hotel é do mesmo grupo do The Connaught, o hotel que fiquei da outra vez e mostrei aqui, amei os dois porém achei esse aqui mais jovem.


domingo, 29 de novembro de 2015

Restaurante Detox em NY: Pure Food and Wine

Por indicação de uma nutricionosta conhecida fomos ao Pure Food and Wine, um restaurante vegan chic com foco nos alimentos crus. Bem servido, fica em um espaço aconchegante no inverno ou jardim bonito no verão...Eu adorei, jantei bem e saí leve, mas é para o tipo de pessoas mais "naturebas", pois estávamos em 4 pessoas e as opiniões foram divididas. Abaixo a entrada, uma espécie de sushi vegan e dois pratos: uma lasanha e o meu que era um tipo de homus, estava delicioso!



sábado, 28 de novembro de 2015

Dia: Beacon

A Fundação Dia Art, mais conhecida como Dia: Beacon
Dedicada a arte do período da década de 1960 até o presente. O museu aberto em 2003 fica nas margens do rio Hudson, em Beacon, próximo de Nova Iorque e ocupa uma antiga instalação da fábrica da Nabisco, que foi renovada pelo artista Robert Irwin e os arquitetos Alan Koch , Lyn Rice, Galia Solomonoff, e Linda Taalman. Junto com coleção permanente o Dia: Beacon também apresenta exposições temporárias, bem como programas públicos destinados a complementar a coleção e exposições incluindo palestras mensais e programas estudantis. Imperdível para quem gosta de arte contemporânea! Podemos ver trabalhos de Joseph Beuys, On Kawara, Louise Bourgeois, Dan Flavin, Donald Judd e muitos outros artistas tops! 




sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Moma PS1

Um pouco da nossa visita ao MoMa PS1, uma das maiores instituições de arte nos Estados Unidos dedicados exclusivamente à arte contemporânea. Ele está localizado no Queens , e tem a missão de transformar edifícios subutilizados e  abandonados em Nova York transformando-os em estúdios de arte e espaços de exposições. PS1 é para Public School que era o antigo uso do edifício.
As obras abaixo são da pintora austríaca Maria Lassnig, o mais incrível é que ela teria 96 anos, faleceu em 2014, o mesmo ano da exibição. Seu trabalho mostra traumas, medos e fantasias pessoais e também a discriminação como mulher artista.






Abaixo obras do artista tailandês Korakrit Arunanondchai.



segunda-feira, 27 de julho de 2015

Sperone Westwater Gallery

Sperone Westwater é uma galeria de arte nova iorquina  estabelecida  no bairro Bowery. Sua estrutura foi concebida por Norman Foster e fica apenas a alguns passos do New Museum. São nove andares, dos quais cinco são espaço de exposição. O "tchans" da galeria é uma  "sala elevador" que se move gradualmente entre os primeiros cinco andares, e é visível a partir da rua. A galeria de movimento também pode ser bloqueada em um andar para estender seu espaço para exposições. 
foto do site da galeria






sábado, 25 de julho de 2015

Passeio pelas galerias no Chelsea

O post de hoje vai juntar duas viagens à NY, uma continuação desta que vocês acompanham em março de 2014 e outra em novembro do mesmo ano, pois faz tanto tempo que não posto que consegui a façanha de acumular dois passeios para o mesmo lugar sem post! Voilá:
Começamos o dia nas galerias do Chelsea, um programa muito legal de se fazer em Nova York para quem gosta de arte. A maioria das galerias estão no quadrilátero das ruas 30 e 19 e entre as ruas 10 e a 11. O gostoso é ir andando por lá, entrando nas galerias, sem tempo marcado e nem destino certo e também sem dar muita bola para as meninas com ar blasé atrás dos computadores...a não ser que você queira adquirir alguma obra...
Outra opção é entrar no site Chelsea Gallery Map para ver as exposições e galerias que estão rolando no momento e também seus endereços para não perder nenhuma super exposição como a que vi do Picasso na Gagosian do Chelsea no final do ano passado (2014) . Agora se você quer otimizar seu tempo eu indico um o Artsy Tour com a Gisela Gueiros do blog Taxi Amarelo. São apenas algumas horinhas de caminhada rápida pelo bairro, onde ela leva um pequeno grupo  nas galerias que estão tendo expos  mais legais e fala sobre os artistas e obras de um jeito objetivo e fácil de entender, mesmo para os não iniciados.
Abaixo um pouquinho do que vi por lá em março e em novembro de 2014 com meu grupo do museu; não tirei muitas fotos mas aí vão as poucas que fiz por lá:
Começamos aleatoriamente pela galeria C24, onde para nossa surpresa vimos algumas obras da série "Gaze" que gostamos muito do artista turco Irfan Önürmen. São espécie de tule sobrepostos e as dimensões são grandes, essa por exemplo tem 1.42m x1.98m.


Abaixo as instalações esculturais de luzes do artista Jim Campbell que gostei muito. Estavam expostas na Galeria Bryce Wolkowitz (505 W 24th St).






Abaixo obras da artista coreana Ran Hwang. A primeira vez que vi seu trabalho foi numa foto do site Artsy, e pirei, amei muito. Aí quando fui para NY em março de 2014 calhou da galeria que a representa por lá (Leila Heller Gallery) estar mostrando seu trabalho. Nossa esse painel todinho de paetês e alfinetes com projeção de aranhas era mesmo de cair o queixo! Vale a pena entrar no link dela para ver mais obras. A Leila Heller é uma galeria bem legal e ano passado abriu outra unidade no Upper East Side.


Fomos também nas grandes como a Gagosian, David Zwirner e a Pace onde para a histeria da mulherada encontramos Leonardo Di Caprio e Tobey Maguire (aquele que fez Homem Aranha e que era o primo de Daisy em O Grande Gatsby)
Em novembro eu e meu marido fizemos o Artsy Tour da Gisela Gueiros, foi uma ótima coincidência pois eu estava vindo de uma viagem com foco em arquitetura e aqui ela arrematou com um pouco da nova arquitetura de Nova York. Esse edifício abaixo foi projetado por Frank Gehry (o mesmo arquiteto do Gugenheim Bilbao)
 e esse que pertence a galeria David Zwirner pela aquiteta "do momento" Anabelle Selldorf
 Fomos também a Galeria Petzel onde vimos o trabalho do artista John Steazaker e a Galeria Jack Shainman onde vimos os trabalhos das fotos abaixo do artista nativo de Gana, El Anatsui e à Gagosian onde vimos a expo  Picasso & the Camera. Nessa última era proibido fotografar...pena, pois estava mara!




 Abaixo a Printed Matter, livraria fundada pelo top artista Sol Le Witt no final dos anos 70

 Por fim subimos no High Line onde ela nos explicou um pouco sobre o projeto de paisagismo de Piet Oudolf  (vale entrar no site dele, pois ele tem trabalhos incríveis) e o tour terminou na frente do mural de Alex Katz e ao lado do novo Whitney Museum. As árvores estavam lindas com folhas avermelhadas de outono, essas foram as maiores obras de arte do dia!



Além dos links acima a Gisela Gueiros também nos passou estes:
Para quem quiser ver o documentário do High Line, segue o link: http://www.checkerboardfilms.org/films/show/n/DSR
Aqui o site que fala de todos os prédios em volta do High Line:
http://www.livinthehighline.com/buildings
Sobre o trabalho de Joseph Beuys na rua 22
http://www.diaart.org/sites/main/7000oaks