quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Ryokan Gora Kadan

Em Hakone nos hospedamos no Gora Kadan que é um ryokan, uma hospedaria típica japonesa, ou seja, um hotel que segue os costumes japoneses. Foi uma experiência e tanto. O Gora Kadan faz parte da associação Relais & Châteaux.

Logo na entrada já dá para perceber o clima zen. O hotel foi todo projetado segundo os conceitos do Feng Shui e dava para ver que alguns halls tinham o formato do ba guá e alguns espaços tinham as cores definidas segundo sua função no Feng Shui.

O hotel fica numa região muito bonita, toda arborizada com um lago e estações de águas termais. É um balneário onde os japoneses passam as férias. No Ryokan não vi nenhum turista ocidental, vi apenas grupos de japoneses.

Assim que entramos para nos registrar fomos apresentados à nossa camareira, tipo de "butler" que tem em alguns hotéis, que nos levou ao nosso quarto e nos explicou tudo por lá.


No Ryokan os quartos tem piso de tatame e dormimos em futons. Assim que chegamos nos deram as yukatas (quimonos de algodão), meias de dois dedos (dedão e outros dedos) e chinelos para nos vestirmos. Um feminino para mim e um masculino para meu marido. As yukatas eram para ser usadas não só no quarto, mas em todas áreas comuns do hotel. A nossa camareira nos explicou que ao entrar no quarto devíamos deixar o chinelo na porta e apenas andarmos descalços lá dentro. Logo depois que entramos no quarto nos foi servido um chá e um doce japonês.




O quarto era bem legal, tinha várias portas de correr, todo em madeira, palha e papel. Adorei, só pensei que para uma pessoa de mais idade deve ser terrível se levantar já que os móveis são todos baixos.

Achei tudo super zen, ideal para descansar e finalmente se adaptar ao fuso. Até comprei um cd de músicas relax na lojinha do hotel tipo aquelas de massagem da Luiza Sato e liguei no som que tinha lá. Falando em Luiza Sato, acho que nunca comentei aqui no blog, mas a-mo shiatsu e sempre faço lá. Resolvi então relaxar de vez no Gora Kadan e pedi uma sessão de uma hora, quis testar o verdadeiro shiatsu japonês....Foi incrível!!! Foi no próprio futon do quarto e depois acabei dormindo por umas 2 horinhas até o jantar, delícia!!

No banheiro tinha esse ofurô (eu nunca entro em banheira de hotel, nesse de madeira muito menos, mas imagino que quem for menos nojento que eu deve achar legal!). Abaixo o arranjo de ikebana.


A atração principal do hotel é o Onsen, que é uma piscina natural de águas termais que os japoneses apreciam demais. No nosso ryokan o onsen masculino era separado do feminino, porém em alguns lugares podem ser mistos. Todo um ritual deve ser realizado antes de relaxar nas águas quentes do onsen. Primeiro a pessoa tem que tomar banho e se esfregar toda (na segunda foto abaixo) para depois entrar na piscina natural. Dizem que o pessoal fica meio de olho se você está mesmo se limpando. Ah, pequeno detalhe - tem que ser nua...por isso eu não fui...fiquei com vergonha de ficar lá com as japonesas peladas, e achei meio usga também...



No ryokan as refeições são do tipo kaiseki, ou seja, degustação onde são servidas as melhores iguarias. Podíamos optar pelo café da manhã tradicional japonês ou pelo café da manhã ocidental. Optamos pelo ocidental, afinal não dá para comer peixe logo cedo, certo?
O café era servido no quarto.

E voilá, o café da manhã foi ótimo, tinha ovos mexidos com cogumelos e aspargos, sucrilhos, pães, iogurtes, café ou chá, leite e frutas, tudo muito delicado e bem apresentado nas lindas louças japonesas.

2 comentários:

  1. Olá...
    Goste muito de local que você se hospedou...
    Estou muito interessada no atendimento que você recebeu no lacal, faço facundade de turismo no modulo de meios de hospedagem, estou elaborando um trabalho sobre hoteis que preservam a cultura local... por isso se você puder me ajudar com mais algumas informações agreceria muito...

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário aqui que o mais breve possível eu responderei com prazer!