quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Mais Aria Las Vegas: restaurantes e comidinhas

Além do Jean Geoges Steakhouse que eu já mostrei aqui no blog, o Hotel Aria tem vários outros restaurantes. Como em Vegas sempre é bom reservar tudo com antecedência, vou mostrar para vocês alguns restaurantes dentro do próprio hotel e mais para frente alguns outros em outros hotéis.
Geralmente os hotéis em Las Vegas tem 3 categorias de restaurantes: mais formais ou mesmo que informais são comandados por chefs conhecidos/estrelados (fine dinning), casuais (casual dinning) e buffets. Para os mais formais a reserva é imprescindível. No buffet é só chegar e entrar na fila.
Então aqui vamos ver alguns e algumas dicas (é só clicar no link para reservar ou ver o cardápio):
Barmasa: japonês, queria muito ter ido...mas estava fechado nas datas.
Shaboo: fuja!! - queria muito ir nesse, pois adorei comer shabu-shabu no Japão (como mostrei aqui no blog), porém as reservas estavam esgotadas. Foi aí que mandei um email para o concierge e ele me enviou a confirmação da reserva com o preço. Pedi para cancelar na hora quando vi que era 500 dólares por pessoa sem bebida....Piraram né?? Nem se eu ganhasse no casino eu iria jantar lá, kkk!!! Depois li no site da Bloomberg que vive vazio, pudera, é um dos restaurantes mais caros dos Estados Unidos.
Sage: cozinha contemporânea americana, sofisticada - nada de burguers ou pizzas.
Jean Georges Steakhouse: carnes, veja aqui.
Julian Serrano: espanhol, tem tapas e fica logo na entrada do hotel, a foto aí abaixo é de lá.

Sirio Ristorante: italiano contemporâneo, o lugar é bem agradável e o suflê de chocolate que era a sobremesa da minha amiga na foto aí em baixo estava com uma cara muito boa!!
Aí tem mais o American Fish, Blossom (chinês que reservei e acabei não indo) e o Union. Depois temos os mais descontraídos e com preços menores que os anteriores como o tailandês super apimentado Lemongrass, cujo arranjo tipo ikebana eu fotografei abaixo:
Para matar a vontade de comer um docinho, crepe ou tomar um sorvete a patisserie Jean Phillipe na foto abaixo, porém a filial do Bellagio é bem mais legal, prometo que mostro logo mais aqui no blog.
O Café Vettro fica aberto para café da manhã (à la carte), almoço e jantar e é um dos únicos que fica aberto noite adentro. Tem esses janelões que eu acho bem legais, entrada de luz natural em Vegas é coisa rara. Aqui é bom pra almoçar uma salada, macarrão ou burguer.
Sweet Chill no mezzanino é outra sorveteria no hotel e a decoração é demais, o chão é todo em rosa chiclete e as cadeiras todas coloridas, parece coisa é coisa do Karim Rashid (acabei de ver no site dele). É bem mais sossegada que a patisserie Jean Phillipe no nível do casino, onde sempre tem fila e o atendimento é lento demais.
Fora esses tem também o Skybox Sports Bar and Grill, Breeze Café junto à piscina e o The Roasted Bean para um cafézinho.
Por último o buffet do hotel, o The Buffet, onde o café da manhã saía por 15 dólares (coma o quanto agüentar: que conceito mais horrível!) - Tinha de tudo, cereais, frutas, pães, ovos, omeletes, lingüiça, batatas, salmão defumado ih, já sabem como é , né??. Isso quando eles não era brunch, que subia para 30 dólares (sem champagne). A única diferença é que no brunch tinha camarão e patinha de carangueijo - coisa que eu pelos menos não como no café da manhã...no almoço ainda vá lá. O serviço era bem fraquinho, não tinha toalha nas mesas e nem sequer um jogo americano. A fila foi o que mais me perturbou, olhem só o tamanho!!! E no primeiro dia demorou uns 30 minutos, que sacooooo!!! Pura falta de organização, pois ao entrar no restaurante tinha várias mesas livres. Minha dica: chegue antes das 9:00h que não tem fila e se tiver é pequena. Outra dica: peça para hostess uma mesa próxima ao buffet, tem umas que ficam bem longe...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui que o mais breve possível eu responderei com prazer!