quinta-feira, 14 de julho de 2011

Monasterio de Las Huelgas

Fomos visitar o Monasterio de Las Huelgas em Burgos. Foi a esposa do rei Alfonso VIII, Leonor, que decidiu fazer este monastério feminino. Sua intenção era de que as mulheres pudessem alcançar os mesmos níveis de mando e responsabilidade que os homens, pelo menos dentro da vida monástica. 
As duas primeiras abadesas foram a infanta  Mariasol e a infanta Constanza, esta última filha dos reis fundadores.
A ordem das Huelgas chegou a ter uma autonomia e poder tão elevados que só dependia do papa e estava acima da curia episcopal. A ordem se tornou muito rica graças aos benefícios fiscais e muito poderosa pois tinha seu próprio foro jurídico, além de muitos outros privilégios que continuaram até o século IX.
Durante Idade Média, o monastério era responsável pelas importantes cerimônias de coroação dos reis e de armar cavaleiros. O poder que essas mulheres tinham era enorrrme!
Hoje tem uma parte para as monjas e outras mulheres que solicitem uma estadia para fazer um retiro espiritual e tem uma parte que é o museu. A parte que eu mais gostei do museu foram as roupas dos reis que estão em um estado de conservação ótimo considerando que são de séculos atrás. Única coisa chata são os seguranças pelo trajeto todo que não deixam você ficar para trás um segundo e ficam de cercando e vigiando para não tirar fotos como se você fosse um condenado! #prontofalei
Se estiver em Burgos vá conhecer, vale a visita!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui que o mais breve possível eu responderei com prazer!