quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Amalienborg

O complexo de Amalienborg é considerado uma das maiores obras de arquitetura rococó dinamarquesa e foi construído em 1700. É composto de quatro edifícios idênticos e simétricos num pátio octogonal. 
É a residência principal de da rainha. Quando a bandeira é levantada, é sinal de que a rainha está presente. Dois dos quatro palácios são abertos ao público: Palácio de Christian VIII, que é parcialmente organizado como um museu para família real e palácio Christian VII, que é usado pela rainha para receber convidados e representantes oficiais. No centro do pátio há uma estátua equestre do rei Frederik V. A guarda real dinamarquesa patrulha os jardins do palácio. A troca da  guarda é realizada todos os dias às 12:00 na frente do palácio. Quando a rainha está na residência, a guarda é acompanhada pela banda dos guardas reais




Amalie Gardens
Amaliehaven - Amalie Gardens criado em 1983. Seu nome é devido a sua localização perto da residência real. Foi o arquiteto belga Jean Delogne quem criou esse projeto que  integra um moderno parque com áreas históricas do século 17 e 18.




A Opera de Copenhagen é uma doação da Fundação AP Møller e McKinney Møller Chastine (leia-se doação do Sr. Maersk, dono da empresa Maersk e um dos homens mais ricos do mundo). 
São 41.000 metros quadrados. Cinco dos 14 andares são subterrâneos. No nível do palco principal da ópera é possível acomodar 1400 pessoas sentadas.
Com um custo de 2,3 bilhões de coroas,  é uma das casas de ópera mais caras já construídas. Ela está  em frente (do outro lado do porto) da residência real e tem vista para os escritórios da Mærsk. 


E pra variar sempre tem um louco espalhados pela cidade (principalmente em Christiania), esses aí chegaram bêbados e pularam na fonte - bem pertinho do Palácio Real e da troca da guarda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui que o mais breve possível eu responderei com prazer!