segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Sala Rim Naam

Localizado na margem oposta do rio ao hotel, o restaurante Sala Rim Naam oferece uma deliciosa variedade de pratos tailandeses em um pavilhão ricamente decorado no estilo tradicional do norte da Tailândia e é o cenário para uma experiência cultural única - um jantar com pratos da cozinha tradicional tailandesa  e um show de dança clássica tailandesa.
O jantar consiste de pelo menos três pratos que são servidos na mesa de uma maneira descontraída, todos ao mesmo tempo, acompanhados de arroz branco. É costume no jantar tailandês que cada um se sirva como desejar.
A cozinha tailandesa é conhecida por ser picante, mas os os pratos são bem harmonizados no seu sabor. O agudo da pimenta e os temperos nos pratos chamados de currys tailandeses são atenuados e balanceados com a doçura do leite de coco, que por sua vez aumentam os sabores dos outros delicados ingredientes.
O show acontece todas as noites das 20:15 às 21:30.
Saímos no terraço do hotel e vimos o pessoal jantando ao ar livre, no restaurante de grill e bbq, com música ao vivo, muito agradável, porém nosso destino era outro...pegar o barquinho do hotel e atravessar o rio rumo ao Sala Rim Naam.
 bem estiloso o barquinho, era o mais lindo do rio Chao Phraya

do outro lado avistamos o edifício do Sala Rim Naam onde chegamos e fomos recepcionados e acomodados.
 Logo começou o show

Dança prazerosa de Apsara : Apsara é a antiga ninfa celestial vista em muitos sites históricos como o Santuário Phimai como uma figura esculpida em relevo. A dança Apsara é executada por anjos que performam felizes e elegantes entretendo a audiência.



Procissão Kinnaree - de acordo com com o folclore do sul "Phra Suthon Manora", Kinnaree, a heroína é metade pássaro e metade mulher que vive na floresta de Himmavanta. é uma moça muito bonita que sempre traz boa sorte aos residentes.


o cardápio: sem pimenta já é picante, 2 pimentas e fiquei com a boca amortecida, isso que era um restaurante de hotel que praticamente só recebe turistas não acostumados com os sabores da Tailândia. Alguns restaurantes tem pratos com 3 pimentas, eu não imagino o que possa ser...


A batalha de Mokasakdi - Parte do épico nacional tailandês que deriva do Ramayana indiano.
Thosakanth, o Rei Ogro de Lonka, encomendou a seu irmão, Gumpakanth, dar fim ao Rei Rama e seu irmão, Laksaman de Ayodhya. A cena inicia com um duelo entre Laksaman e Gumpakanth. Gumpakanth consegue atingir Laksaman no peito com sua lança santificada, a Mokasakdi. A lança não pode ser removida e Laksaman sofre muito de dor. O Rei Rama ordenou então a Hanuman o guerreiro macaco para obter um antídoto mágico para salvar seu irmão.











não fotografei mas teve ainda a performance da dança com a lanterna e a luta de bastões.
As lanternas da região norte são únicas e variam no formato e tamanho. A dança das lanternas é geralmente performada durante o Festival Yee Peng no norte, também conhecido como festival Loy Krathong.
Luta dos bastões curto e longo. A habilidade de usar o bastão curto depende da agilidade do lutador que tem que ficar na defesa e sempre ficar próximo ao seu adversário. Por outro lado o lutador usando o bastão longo tem que ir para trás se não não será capaz de usar seu longo bastão como arma de ataque.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui que o mais breve possível eu responderei com prazer!