sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Intercontinental Danang Sun Peninsula Resort

De Bangkok partimos para Danang, uma cidade de praia que fica no centro do Vietnã. Pegamos um vôo para Ho Chi Minh City (antiga Saigon) e lá tiramos o visto, que foi um processo estressante, pois mesmo com todos os documentos em mãos, o pessoal era muito lento e dava preferência para os passaportes entregues pelos despachantes (mesmo os entregues depois dos nossos). Foi por muito pouco que não perdemos nossa conexão! Em Danang ou Hoi An o ideal é se hospedar em um hotel chamado Nam Hai, que é maravilhoso e considerado um dos hotéis mais lindos do mundo. Queria muito ter me hospedado lá, porém como era semana do réveillon eles só aceitavam reservas para a semana toda e só pretendíamos ficar por 3 noites em Danang....Aí foi o primeiro erro, se não dá pra ficar no Nam Hai melhor não ir, metade do barato vai acabar aí. Sério! 
Erro nr 2, e o que estragou a nossa estadia em Danang: estação do ano. Tem que ir de maio à setembro. Fomos em dezembro, mês chuvoso. As chuvas vão de setembro à janeiro.... Pegamos um tempo horroroso num resort de praia. Um verdadeiro tufão, chuva com vento muito forte, não dava pra sair. bode!
Agora vamos ao hotel no qual nos hospedamos por recomendação da Abercrombie & Kent, como segunda opção ao Nam Hai: Intercontinental Danang Sun Peninsula Resort.
Um hotel novo e lindíssimo, um resort muito grande com uma decoração maravilhosa, porém com o pior serviço que já vi na vida. Bom, se vcs clicarem na categoria hotéis vão ver que tenho uma certa "experiência" em hotéis, isso que aqui no blog não tem todas minhas viagens...Posso dizer que o serviço desse hotel chega a um nível indecente! Os funcionários totalmente destreinados, a maioria não falava inglês! O atendimento nos restaurantes era terrível, funcionários totalmente inexperientes, e o pior de tudo isso é que o valor das diárias não era nem um pouco compatível com o tipo de serviço oferecido. O gerente, um australiano totalmente perdido, parecia que não sabia nem onde estava....O único funcionário que nos atendeu decentemente foi o maître do restaurante Maison 1888, um italiano. Bom para vocês terem noção de quão ruim estava a situação, não via a hora de ir embora de lá, e o casal amigo nosso que ia embora depois de nós resolveu mudar de hotel, ou seja, se virem as lindas fotos abaixo não se enganem, o hotel não vale o quanto cobra!

O quarto era enorme e lindo, porém as janelas não eram bem vedadas, e com a ventania que estava lá fora, as cortinas subiam com o vento e o quarto ficava gelado, mesmo com o ar ligado em 30 graus. Claro que se fosse verão e calor esse problema não existiria, porém quem projeta um complexo deste tamanho pensando em apenas uma estação do ano? Ah, uma outra coisa terrível é que como o lobby é muito longe, e o hotel é todo em desnível (são vários blocos pendurados na montanha) só dá para chegar nos restaurantes e lobby com os carrinhos de golf - e estes podem demorar muito pra chegar!!)






Esse era o restaurante do café da manhã. O buffet deixava um pouco a desejar, os pães eram meio borrachentos e murchos..claro a décor era linda parecia um hotel de Vegas com temas asiáticos! Uma pena um hotel tão lindo com funcionários tão despreparados. E não me venha falar que é novo e com tempo vão melhorar, pois eu paguei diária de hotel bom, e se não está bom que não abra, ou cobre menos...bem menos!









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui que o mais breve possível eu responderei com prazer!