domingo, 19 de janeiro de 2014

Roma, a cidade eterna

Saímos de Capri pela manhã, pegamos o ferry rumo à Napoli. O hotel levou nossas malas até o barco e em Napoli o motorista nos esperava para nos levar até Roma. A ideia foi de fazer esse trajeto porta-à-porta e como em Roma o ideal é ficar a pé, contratei esse serviço de motorista no site chamado Airport Transfers Direct
O carro era ótimo, e aproveitamos pra tirar uma soneca na trajeto. Daria para fazer de trem também, mas aí teríamos que pegar 2 táxis (do porto Napoli até estação e da estação até hotel em Roma), além disso teria o "perregue" das malas...
Chegamos, almoçamos no hotel e arrumamos as coisas no quarto. E logo quis sair. Meu marido perguntou, onde você vai? Falei, "logo alí, vamos?"
Essa era a primeira vez do meu marido em Roma, e fui indo até chegar na Fontana de Trevi.  A cara dele quando viu foi a melhor!! De lá fomos ao Panteão e para Piazza Navona, na volta subimos a escadaria da Piazza de Espagna. 
Ele amou! Corremos as ruas da cidade como duas crianças na Disney!
Tentamos ir numa sorveteria que me indicaram, mas quando chegamos lá estava fechada. 
Comentei com vocês que adorei ir para Costa Amalfitana na alta temporada européia, adorei ver o movimento e o astral dos lugares, mas ao contrário das praias, definitivamente Agosto não é uma boa época para ir à Roma. Além do número de turistas que triplica (Roma sempre é lotada de turistas, mas no verão é bem pior), muitos restaurantes e lojas fecham e os italianos aproveitam para tirar férias e ir para as praias. O chamado "Ferragosto", é mais ou menos como a nossa semana entre o Natal e réveillon . Isso sem falar no calor escaldante, fica difícil andar pelas ruas. Geralmente saíamos pela manhã, e voltávamos depois do almoço para nos refrescarmos no hotel até o sol baixar um pouco e depois saíamos novamente no fim de tarde.
Acima a maravilhosa Fontana di Trevi
Acima o novo museu Ara Pacis, estava sediando a exposição do Sebastião Salgado
Acima a Piazza del Popolo
Acima a escultura de Rômulo e Remo, na Praça do Capitolio (Piazza del Campidoglio) que fica no alto de uma das sete colinas de Roma. Rômulo foi o fundador de Roma segundo a mitologia.
Acima o Forum Romano
O Coliseu. Nesse dia o calor devia ser de uns 40 graus, sensação térmica estava de "abraçar o sol".
Acima a vista de Roma do alto dos degraus da Piazza de Espagna

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui que o mais breve possível eu responderei com prazer!